Conecte-se agora

Gilberto Diniz diz que o PT está fazendo campanha difamatória a Gladson Cameli

Publicado

em

“Não baixe a cabeça aos meninos do PT. Siga forte em sua caminhada”, defendeu o deputado Gilberto Diniz (PT do B), nesta quarta-feira, 14, a suposta saída do Partido Progressista (PP) e seu presidente Gladson Cameli, da Frente Popular. “Muitos se acovardam frente à máquina do PT, eu não tenho medo e parabenizo Gladson”, enfatiza Diniz.

O parlamentar disse ainda, que membros do PT estariam promovendo uma campanha de difamação contra do deputado federal progressista, que segundo ele, estaria seguindo um caminho político diferente da FPA.  De acordo com Gilberto Diniz, o comando petista estaria pedindo que Cameli se desculpasse com César Messias.

“O governo é tão esnobe que só fala com o Gladson se ele pedir perdão ao César Messias. Os meninos do PT estão promovendo uma verdadeira de difamação contra o Gladson, só porque ele cogitou em sair da FPA. Eles não aceitam que o deputado esteja traçando o caminho dele. Não baixe a cabeça aos meninos do PT. Siga forte em sua caminhada”, disse Diniz.

Outro ponto abordado por Diniz foi à viagem de iate promovida por Edvaldo Magalhães, que de acordo com ele, teria sido divulgada por membros do PT. “O que tenho a dizer e que Gladson, assim como Edvaldo, foi atacado na imprensa oficial, em um momento em que representa uma ameaça ao projeto petista”.

Segundo Gilberto Diniz, “foi fogo amigo que deixou vazar aquela viagem. Taumaturgo rodou um vídeo em Cruzeiro do Sul, para descredenciar o trabalhado que Edvaldo estaria fazendo em todos os municípios. Em nenhum momento eu falei mal de Edvaldo Magalhães, falei que no momento em que ele estava se destacando o PT veio e cortou suas asas”.

Jonas, o menino de meia idade, do PT, defende governo e ataca oposicionista
“Quem sai desta projeto é porque quer defender projeto próprio”, disse Jonas Lima em defesa do projeto da FPA, na posição crítica em relação ao deputado Gladson Cameli, que ao ameaçar carreira solo na política, lançando candidaturas próprias em todos os municípios do Acre, além de acalentar a possibilidade de disputar o Senado em 2014.

Em defesa ao Governo do Estado, o deputado Jonas Lima (PT), mais uma vez se pronunciou de forma desastrosa, levantando a questão de que os parlamentares de situação defendem a atual administração, porque estariam recebendo cargos em troca de apoio, dando inclusive o número de cargos, que segundo ele, seriam 10 para cada governista.

“Eu não sou menino, tenho 49 anos de idade, sou um homem de caráter. O nobre deputado não tem capacidade para fiscalizar, só sobe aqui para quere desqualificar nosso governo. Ele só não foi eleito a primeira vez pelo PT, mas o partido deu oportunidade para ele, que não seria candidato se não fosse a FPA”, defendeu Jonas.

Seguindo seu pronunciamento desastrado, Jonas afirmou:  “Ele [Gilberto Diniz] está revoltado por que não tem 10 cargos. Eu não vou esperar que este deputado venha elogiar nosso governo, mas ele deveria vir aqui falar pelas pessoas que ele representa. To fazendo a defesa da nossa população, assim como o senhor deveria fazer”.

Jonas convidou Diniz para conhecer as realizações do PT. “Nobre deputado eu faço o convite para o senhor visitar as obras do governo, a mecanização. Não precisa o senhor gastar seu óleo diesel, o senhor vai comigo, terei grande prazer em levar vossa excelência, para depois o senhor vir à tribuna e dizer que está defendo o povo do acre, não um projeto próprio”.

Ray Melo, da redação de ac24horas – [email protected]

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas