Conecte-se agora

Aníbal Diniz: Código Florestal deve atender necessidades do presente sem comprometer o futuro

Publicado

em

Na opinião do senador Anibal Diniz (PT-AC), o Novo Código Florestal em discussão no Senado deve criar condições para tornar aplicáveis regras que garantam o desenvolvimento sustentável para atender as necessidades do presente sem comprometer as gerações futuras.

– Nossa definição de desenvolvimento sustentável está centrada numa proposta de equilíbrio entre três aspectos igualmente importantes: a viabilidade econômica, a justiça social e a responsabilidade ambiental. Como conseguir esse equilíbrio é o desafio do Senado e do nosso governo – disse.

Para ele, é possível conciliar o crescimento do país com a preservação ambiental, a partir da revisão de conceitos econômicos tradicionais, para permitir a construção de uma economia mais eficiente no uso dos recursos naturais. É preciso, na avaliação do senador,  reverter desequilíbrios e derrubar o “mito” de que há necessariamente um conflito de interesses entre a sustentabilidade e o crescimento, um descompasso entre lucratividade e proteção do meio ambiente.

A discussão do código, avaliou, deve evocar um conceito acreano que o parlamentar designou “florestania”: poder pensar no desenvolvimento, tendo em conta as dimensões ambiental, econômica, social, política, cultural e ética.

– Essas dimensões todas, quando levadas em consideração, permitem-nos pensar numa produção de leis que possam dar uma resposta mais positiva para as gerações futuras – disse.

Aníbal Diniz afirmou que a aprovação de um novo Código Florestal é de interesse estratégico para o Brasil e para a relação do país com o resto do mundo. O parlamentar mencionou uma série de pontos que devem ser observados nas discussões que se darão, nos próximos dias, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde o relator da matéria, senador Luiz Henrique já apresentou seu voto. Anibal Diniz disse que os parlamentares devem ficar atentos a alterações propostas, como a possibilidade de estados e municípios definirem regras específicas sobre o tema – enquanto a União faria as gerais -; o acréscimo de atividades permitidas em áreas de preservação, como as atividades de mineração, os estádios e demais instalações de competição esportiva; e a retirada das restrições de plantio de espécies nativas, com a abertura de possibilidade para o plantio de outras espécies, entre outras propostas.

Da Redação / Agência Senado

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Nível do rio Acre sobe 4 metros em 48h e alcança os 10 metros

Publicado

em

De acordo com boletim emitido pela Coordenadoria de Defesa Civil, o nível do Rio Acre na manhã deste domingo (17), às 6h, alcançou 10,04m. Na sexta-feira (15) antes da chuva o nível do rio era de 6,10 metros.

Em contato com a equipe do ac24horas, Major Cláudio, da Coordenadoria de Defesa Civil, relatou que “em apenas 48h o nível do Rio Acre aumentou 3,94m. Na sexta-feira (15) choveu 128mm. Isso quer dizer que choveu 67% esperado para o mês todo, em apenas um dia. A cota do mês todo, é de 211mm. Neste sábado (16) temos 255mm acumulado, ou seja, ultrapassamos a cota do mês”, alertou.

Por fim, Major Cláudio ainda alertou para um novo aumento do Rio Acre. “Devido a vazante dos outros municípios, porém tenderá a estabilizar depois de 48h, caso diminua o ritmo das chuvas.”, informou.

Continuar lendo

Acre

L200 cai dentro do Canal da Maternidade neste domingo

Publicado

em

Nas primeiras horas deste domingo, 17, uma colisão entre dois veículos fez com que uma caminhonete modelo L200 fosse parar dentro do córrego do Canal da Maternidade, localizado na região central de Rio Branco. Imagens divulgadas por testemunhas apontam que após a batida, a caminhonete derrapou, quebrou algumas barras de proteção e caiu no Canal.

O outro carro envolvido ficou parado no meio da Avenida, com a parte frontal parcialmente destruída. Alguns populares se aglomeraram no local após o acidente.

Continuar lendo
Propaganda

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.