Conecte-se agora

Bicolores choram derrota e reclamam da arbitragem

Publicado

em

Em reportagem publicada no jornal Diário do Pará desta segunda feira, a imprensa paraense reproduz entrevistas dos jogadores do Paysandu que reclamaram da arbitragem que atuou ontem na derrota do clube paraense para o Rio Branco. O jornal só esqueceu de dizer que no Mangueirão, a diretoria do Papão manda e desmanda na arbitragem.

Veja abaixo a reportagem:

Os jogadores do Paysandu contestaram muito algumas marcações da arbitragem, sobretudo lances decisivos. O primeiro gol do Rio Branco (AC) nasceu de uma cobrança de escanteio duvidosa, uma vez que a bola não tocou em nenhum bicolor antes de sair pela a linha de fundo. Já no final do jogo, o Estrelão conseguiu uma penalidade em outra falha da arbitragem, que não marcou impedimento de Marcelo Brás. Para a sorte do Papão o goleiro Alexandre Fávaro defendeu a cobrança.

Ao final da partida, ainda no gramado, Tiago Potiguar mostrou toda a sua indignação. “Isso é uma vergonha! Ser roubado dentro de casa e fora. A diretoria do Paysandu não toma uma providência! O bandeirinha é da torcida organizada do time deles. Onde já se viu isso?”, reclamou o meio campista, referindo ao auxiliar Jorge Ferreira Lima, que declarou torcer pelo Rio Branco. Em seguida, Potiguar continuou cobrando dos cartolas bicolores. “A diretoria tem que ver isso aí. A gente luta dentro de campo, mas fora tem que ter a parte deles” disparou o jogador.

O zagueiro Jorge Felipe, que atuou improvisado na lateral esquerda, acredita que faltou sorte aos bicolores, mas ele também não poupou o trio de arbitragem. “O jogo já estava difícil e eles ainda complicaram mais”, lamentou. (Diário do Pará)

Jairo Barbosa – [email protected]

Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas