Conecte-se agora

Água empoça na pista do aeroporto de Rio Branco e Infraero usa funcionários para tentar liberar decolagens

Publicado

em

Para uma das cidades que queria ser sede da copa, Rio Branco deixa a desejar em vários aspectos. Na tarde, e início da noite de domingo, durante a chuva pode se constatar que a infraestrutura da cidade não oferece condições nem para atender a demanda da população local com relação aos quatro vôos domestico para a aeronave de porte médio. Neste dia a pista não condições técnicas e estruturais para pouso e decolagem de aeronaves. Alagou geral.

Apesar da recapagem realizada recentemente pelo 7º BEC, a pista de pouso do Aeroporto Internacional Plácido de Castro ficou totalmente encoberta pelas poças de água, impossibilitando pousos e decolagens. Os funcionários de serviços geral da Infraero foram usados para tentar amenizar o problema, fazendo o escoamento manual da água, numa tentativa desesperada de liberar as decolagens e pousos.

A correria geral dos administradores locais da Infraero é para maquiar um problema antigo do aeroporto, que segundo técnico foi construído de forma equivocada. Depois da inauguração, vários acidentes aconteceram inclusive, a grave ocorrência com a aeronave da extinta, Rico Linhas Aéreas, que resultou em na morte de 23 passageiros. Mesmo sem quererem emitir declarações, funcionários temem por um novo acidente no local.

Ray Melo, da redação de ac24horas – [email protected]

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas