Conecte-se agora

Programa recupera áreas degradadas abandonadas

Publicado

em

Áreas degradadas e abandonadas voltaram a ser utilizadas. Produção agrícola tem aumentado significativamente com incentivo.
A meta da Secretaria de Agricultura de Cruzeiro do Sul para este verão é mecanizar 1,8 mil hectares de terra, atendendo centenas de produtores rurais. Mecanizar a terra foi à alternativa mais simples, encontrada pela Prefeitura, para incentivar os produtores rurais que ameaçavam migrar do campo para cidade. O solo enfraquecido e as exigências ambientais que impediam o desmate de novas áreas, estavam entre os motivos para o desânimo que tomava conta da área rural.
No verão de 2009, a administração municipal comandada pelo prefeito, Vagner Sales, iniciou a atividade de mecanização com dificuldade, 490 hectares foram aradas. Neste verão, a expectativa é mecanizar mais de 1,8 mil hectares, uma expansão de quase 400% de área atendida se comparado a 2009. Todo trabalho é planejado antecipadamente com as comunidades.
Esse olhar diferente do poder público para o homem do campo tem alcançado resultados surpreendentes. A melancia, por exemplo, era cultivada por dois ou três produtores que não davam conta de abastecer o mercado, agora, agricultores de diferentes localidades cultivam melancia nas terras mecanizadas pela Prefeitura. A produção aumentou, o preço está mais acessível e como o processo do plantio até a colheita é rápido, a mesma terra é reaproveitada para o cultivo da mandioca, cultura que predomina na região.
Produtores de algumas comunidades também aproveitam o solo revirado para plantar feijão e abacaxi. No final da estiagem, agricultores da Comunidade Belo Jardim, com grande vocação para a produção de arroz também terão suas terras mecanizadas. O arroz era plantado sempre após o primeiro desmate, por isso, está cada vez mais difícil cultivar esse tipo de grão.
Mais uma vez os produtores de gado leiteiro serão atendidos. A Prefeitura busca incentivar esses pequenos criadores, já que o aumento da produção de leite pode gerar novos empregos e abastecer o mercado local.
“Por muitos anos os nossos agricultores viveram esquecidos. O nosso objetivo era reconquistar a confiança deles trazendo incentivos e proporcionando alternativas. É inadmissível que a gente fique apenas exigindo, sem apoiar os produtores e saber as necessidades que eles estão passando. Graças a Deus, a cada ano nós vamos expandido nosso trabalho e atingindo cada vez mais comunidades rurais. Queremos isso, geração de renda, aumento da produção e produtores se sentido valorizados”, comenta do prefeito, Vagner Sales.
Quem cultiva hortaliças e legumes também está tendo o apoio da administração municipal. Oito micro-tratores da Secretaria de Agricultura são administrados pelas comunidades, utilizados em hortas e na preparação de áreas. Além de preparar o solo, a pequena máquina executa com rapidez o mesmo trabalho que manualmente tomaria muito tempo de um produtor. Os microtratores também são utilizados em hortas de escolas, hospitais e entidades beneficentes.
Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas