Conecte-se agora

Carta apócrifa

Publicado

em

A prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino (DEM), disse ontem à coluna ser apócrifa a “Carta”, publicada em um blog, em que pede desculpa por ter tramado a queda do ex-prefeito Wando Torquato, de ter “traído” também uma série de amigos, fraudado a vontade do testamento do pai falecido e de não ser boa gestora, segundo ela, um golpe de adversários para lhe queimar.

Comentário geral
Pelo visto a prefeita Marilete está mal assessorada, deveria ter desmentido rápido a autoria da referida carta, usando todos os meios de comunicação, mas só o fez agora porque lhe liguei.

Muito estranho
Se tivesse de fato sido a autora do documento seria o mesmo que se enterrar politicamente.

Cada segundo
Tarauacá respira política a cada segundo, os grupos políticos se engalfinham, se agridem, e geram notícia, na base do pau para lamber sabão e pau para saber que sabão não se lambe.

Voto secreto
O deputado Walter Prado (PDT) entra hoje com um projeto que restabelece o “voto secreto” para a escolha do presidente da Aleac, única forma que vê de evitar a ingerência do Executivo.

Só pelos deputados
O projeto, simpático a boa parte dos deputados, restringe o “voto secreto” a esta situação.

Opinião isenta
Não tenho relação política com o deputado Ney Amorim (PT). Se ele ganharia, isso é lá com o eleitor, mas é o nome do PT à PMRB que detém melhor perfil para crescer numa campanha.

É o que vejo
Mais de 35 anos de jornalismo político me permite ter um faro apurado nesta questão. Sibá Machado congregaria apenas o petismo de raiz, Marcos Alexandre e Daniel Zen é brincadeira.

Outros tempos
Foi-se o tempo do PT eleger um poste, por isso é perigoso apostar num nome técnico à PMRB.

Algo está errado
Os programas de cirurgias de cataratas é o de ruas pavimentadas a tijolo são de alto alcance social. Mas não estão sendo reconhecidos pela população, é o que apontou a última pesquisa.

Faltou capitalizar
O governador Tião Viana tem sido um gerador de fatos e notícias, não fica no gabinete. E se o seu belo trabalho na Saúde não é reconhecido só se chega a um porto: seu marketing é falho.

História da pata
A pata coloca um ovo maior que o da galinha e fica calada, a galinha põe um ovo menor, cacareja e leva a fama. O sistema de Saúde melhorou sim, mas, isso não foi capitalizado.

Opiniões da galera
Comentário ouvido ontem após a longa defesa do governo feita pelo deputado Luiz Tchê (PDT): “deu chuva forte no seu roçado”.

Nem chuva de manga
Comentário da galera sobre o discurso com críticas do deputado Eber Machado (PSDC) ao DETRAN: “no roçado dele nem serenou, nem uma chuvinha de manga”.

Com justa razão
Deixando as opiniões dos freqüentadores das galerias de lado, foi justa a crítica do deputado Eber pelo fato do DETRAN fazer mudanças no trânsito para pior e sem ouvir ninguém.

Muita boca
Elson faria (PCdoB), Turiano Filho (PSDB), Nágila Figueiredo (PT) e Esperidião Junior (PMDB) são os candidatos a prefeito do Jordão, campeão de IDH negativo. Muita boca e pouco pirão.

Quebrar o tabu
O velho Chico Sombra, após várias derrotas políticas, tentará de novo a prefeitura de Tarauacá, querendo provar que é certo o ditado: “quem foi Rei, sempre será majestade”.

Homem de preto
O deputado Geraldo Pereira (PT) chegou ontem na Aleac todo de terno preto e óculos escuros enormes dos entregues pelo governo aos que fizeram cirurgias de visão, gerando comentários.

Explicação antecipada
Antes que alguém da oposição criticasse por como deputado ter aproveitado de um programa emergencial do governo para os carentes, explicou que a sua cirurgia será ressarcida.

Não adianta
Pouco adianta os protestos esparsos de políticos para aparecer na mídia, se não houver uma unidade em torno do assunto, a ponte sobre o rio Madeira não sairá tão cedo.

A oposição agradece
Os fiscais do CMBIO estão multando até macacos na zona rural dos municípios acreanos, do que os políticos de oposição pedem bis, pela forte bandeira ganha para a eleição municipal.

 

Continua favorito
Mesmo com a família Hassem rachada, André Hassem é o favorito a prefeito de Epitaciolândia.

Só no protesto
Dia 15 tem Audiência Pública na Aleac pela baixa da tarifa de energia, luta justa mas perdida.

Não iria
Em tempo de crise financeira, antecipei aqui, o governo não iria baixar o ICMs e perder receita.

Sucessão municipal
Não se fala em outra coisa nas rodas políticas da Aleac, a não ser na escolha do nome do PT, o único não definido para disputar a PMRB. Fora o deputado Geraldo Pereira (PT), com uma queda pelo deputado Sibá Machado (PT), os demais da FPA torcem para o Ney Amorim (PT).

Por Luis Carlos Moreira Jorge

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Blog do Crica

Procurando confusão

Publicado

em

O governador Gladson Cameli anunciou ontem em áudio através da sua secretária de Comunicação, Silvânia Pinheiro, de que encomendou um estudo à Procuradoria Geral do Estado para a devolução das UPAS para o sistema municipal de Saúde. Já, inclusive, encarregou a sua secretária de marcar uma audiência com a prefeita Socorro Neri para lhe comunicar esta decisão e abrir discussão sobre a transferência. Este é um assunto complexo. Em outra ocasião em que hipótese veio ao público pela ex-secretária Mônica Feres, a prefeita Socorro disse que esta não é uma questão a se resolver de imediato, mas alvo de amplas discussões. Mesmo pela legislação o atendimento das UPAS sendo de alçada municipal. Este é um debate que não comporta o componente político. As relações entre o governador e a prefeita têm sido apenas institucionais. E a tendência no ano eleitoral de 2020 deve ser de acirramento político.

PETECÃO VIROU ALVO

O governador Gladson não perde a oportunidade de cutucar o senador Sérgio Petecão (PSD). Na semana passada comentou ao BLOG de que estava “chateado” com Petecão, por não ter destinado todas as emendas para o Estado gerir. E ontem, voltou a dar uma alfinetada, ao chamar Márcio Bittar (MDB) de “meu senador”, como se fosse o único no Senado lhe ajudar.

UMA DESCORTESIA

Ao incensar o senador Márcio Bittar (MDB) como seu ícone no Senado cometeu ainda uma descortesia com a senadora Mailza Gomes (PROGRESSISTAS), presidente de seu partido e que, tem sido extremamente leal ao seu governo. Na política, tem de se pensar bem antes de falar.

NEM UM POUCO PREOCUPADO

Conversei ontem sobre o episódio com um os principais assessores do senador Sérgio Petecão (PSD), que foi irônico: “o Petecão terá mais sete anos no Senado e quem vai precisar dele em 2022 é o Gladson se for candidato à reeleição ao Senado”. No que ele não está errado.

MURANO NA MIRA

O deputado Roberto Duarte (MDB) continua com a misteriosa empresa Murano, com várias obras no Estado, na base da chamada “carona”, na sua mira. Permanece aguardando a resposta do MP sobre a situação, a quem pediu investigação sobre a legalidade destas obras.

CONVERSA FRANCA

O senador Sérgio Petecão (PSD) vai aproveitar a presença da prefeita Socorro Neri esta semana em Brasília para buscar uma posição definitiva sobre fazer ou não uma aliança. A parceria para a eleição do próximo ano somente sairá se a Socorro filiar-se o PSD.

CONVERSA É HOJE

A conversa era para acontecer ontem é foi remarcada para hoje em Brasília.

ARGUMENTO FORTE

O argumento é que o PSB é um partido sem estrutura para lhe dar suporte na reeleição.

FORÇA POLÍTICA

O PSD mostrou força na mobilização “Mulheres do PSD”, que reuniu um público feminino de cerca de 300 pessoas, com participantes de todos os municípios do Estado. O senador Petecão (PSD) diz que o partido quer o maior número de mulheres possíveis nas chapas para vereador.  

COBRANÇA NA HORA CERTA

Não se pode cobrar agora nada do secretário da Saúde, Alysson Bestene, porque recém assumiu. Mas também não terá muito tempo de carência porque é a sua segunda passagem pela pasta, e não poderá dizer que está tomando pé das coisas. Ele será cobrado na hora certa.

ACABOU A COTA DOS ERROS

Para o secretário Alysson Bestene e para o governador acabou a cota dos erros na SESACRE.

PROMESSA DE COMPANHA

A promessa de campanha do Gladson Cameli foi pautada no discurso de que, o que acontecia por a Saúde ser um caos no governo passado era que dinheiro tinha e o que faltava era gestão. E o governo está próximo de chegar ao seu primeiro ano e a Saúde continua o caos de antes.

NÃO PODE ESPERAR

A população não pode mais esperar, quer solução para os problemas conhecidos de falta de médicos, de medicamentos, e cansou de ver doentes deitados em macas nos corredores.

 ESTÁ FICANDO ASSUSTADOR

A sucessão de crime contra o patrimônio está ficando assustador na capital, chegando a índices alarmantes. O caso do assalto a este rapaz, baleado em pleno dia, no Calçadão do Colégio Acreano, com grande público, é um exemplo da intranquilidade que vivemos.

GUARDANDO OS BACANAS

Enquanto isso, 50% do efetivo da Polícia Militar, que era para estar nas ruas de Rio Branco dando segurança à população está à disposição das autoridades, os bacanas. Em que ficou a promessa de que esta situação, tão criticada no governo passado, seria corrigida neste?

BRINCANDO DE POLÍTICA

Eleição é eleição. Não acredito nesta potoca de que o deputado Gerlen Diniz (PROGRESSISTAS) pode ser candidato a prefeito da capital. É tão verdadeiro como uma nota de 300 reais. Não tem base política aqui, e a sua chance de eventual vitória; se não impossível, seria diminuta.

 TINHA VIRADO UM CAUDILHO

Não tem nada de golpe na Bolívia. O povo se revoltou com a fraude na eleição, detectada pela representação da OEA, e o Evo Morales teve de renunciar. A verdade é que o Evo, depois da segunda eleição ficou modificando a Constituição da Bolívia para se perpetuar no poder, ao estilo dos caudilhos, mesmo perdendo o referendo para a mudança. A história não se muda. 

NÃO É UM POBRE COITADO!

O ex-senador Jorge Viana ter virado lobista profissional em Brasília, não tem problema algum, não é nada ilegal. A questão é querer ser vítima, declarando que está se virando para sobreviver, como se tivesse aperreado financeiramente. Só de pensões fatura R$ 50 mil/mês.

RODA EM ETERNO GIRAR

A política é uma roda em eterno girar. Ontem, o PT estava no poder, mandava e desmandava no Estado, fazia campanhas milionárias, mas esqueceu que o poder não é eterno. Hoje, está com pedido de penhora de seus bens e receitas para o pagamento da sua ex-banca jurídica.

TRABALHOU TEM DE RECEBER

A banca do advogado Odilardo Marques trabalhou na campanha eleitoral do Marcus Alexandre e tem de receber os honorários de R$ 200 mil, não é uma casa de caridade.

MASSA FALIDA

O presidente do PT, Cesário Braga, administra hoje uma massa falida e tendo uma eleição municipal pela frente para buscar alguma recuperação da última derrota eleitoral.

CHUMBO TROCADO NÃO DÓI

O governador mandou levantar as obras executadas na gestão do ex-presidente Edvaldo Magalhães no DEPASA, para ajuizar as que forem encontradas com indícios de irregularidades. Edvaldo, hoje deputado, tem sido um calo do governo. É a história: chumbo trocado não dói.

NOME DO SD

O vereador Joelso Pontes (PROGRESSISTAS) está encaminhando a sua filiação no SOLIDARIEDADE, para disputar a prefeitura de Brasiléia, no próximo ano. A informação foi passada ao BLOG pelo presidente do SD, Israel Milani.

CORDA RETESADA

O governador tem mandado recados claros à sua base de governo de que a não aprovação do projeto de Reforma Previdenciária pode levar o Estado ao caos. E disse que, sem a aprovação o Estado quebra. E se tiver uma opção de pagamento a fazer, ele vai optar pelos servidores.

GONZAGA INTRANSIGENTE

Quem tem se mostrado intransigente em não votar no projeto de Reforma do governo é o deputado Luiz Gonzaga (PSDB). A se saber será convencido até a votação, no dia 26 próximo.

NÃO ENTENDO MAIS NADA

A notícia que corria ontem ao entardecer via uma fonte política é de que o governador Gladson tinha decidido manter o Paulo Wadt na Secretaria de Agricultura. Se for verdade o comentário, confesso que não entendo mais nada, em relação ao governo Cameli.

NÃO TEM DE QUE RECLAMAR

O senador Sérgio Petecão (PSD) disse ontem ao BLOG de que as emendas parlamentares foram sim destinadas ao governo, para áreas como a Saúde, por exemplo: “o que não aceitamos foi usar os recursos para obras não prioritárias para a população no momento, como a construção de viaduto. Tem que se gerar é emprego, tem gente passando fome”.

FRASE DO DIA

“Um banqueiro é um sujeito que nos empresta um guarda-chuva quando faz sol e exige-o de volta quando começa a chover”. Mark Twain. 

Continuar lendo

Blog do Crica

Uma aposta pessoal 

Publicado

em

A escolha do dentista Alysson Bestene  para comandar a Saúde começa com um ponto positivo: não foi respaldada ou indicada por nenhum grupo político. Foi uma decisão pessoal do governador Gladson Cameli. A mistura de Saúde e política leva qualquer gestor para o buraco. Nesta segunda passagem pelo órgão o Alysson leva a vantagem de já conhecer como funciona o sistema e quais são os gargalos. Pode então começar, por exemplo, acabando com a cena de doentes deitados pelos corredores do Pronto Socorro, quadro dantesco e marca registrada do governo passado, e que nada mudou no atual. O governador disse a este BLOG, quando anunciou que o nomearia, que dinheiro em caixa tem para colocar o sistema nos eixos. Não se pode também cobrar do novo secretário que já nos primeiros dias resolva problemas crônicos, mas tem que procurar ser célere na solução de problemas básicos como falta de médicos e de medicamentos. Não dá mais para se ouvir a reclamação que não se encontra médicos nas unidades de Saúde. Quem não quiser cumprir o horário estabelecido nos contratos, que peça as contas ou então seja demitido. Não dá para contemporizar. Vamos aguardar os resultados. A cota de erros deste governo já chegou ao seu limite na Saúde.

PELO MENOS CONVERSA

O Alysson já chega ao cargo com uma imagem diferente da antecessora, médica Mônica Feres, que não falava com ninguém. É um moço do diálogo, sempre solicito com pedidos de informações à imprensa, e se procurar ser um gestor humano e rigoroso, pode dar certo.

INDEPENDENTE DE PARTIDO

Não importa qual a ideologia deste governo, se der certo na Saúde, ganha a coletividade.

NOME DE QUALIDADE

Não sei se o governador vai colocar em prática o que prometeu, de integrar o médico Carlos Beirute, na equipe do novo secretário. Se colocar, acerta pelo conhecimento do profissional.

QUANTA BESTEIRA!

Guerra tosca e sem sentido travam na rede social os defensores do Lula e do Bolsonaro, com agressões mútuas, em torno de algo que as suas opiniões não mudarão em nada o panorama.

NÃO FOI ABSOLVIDO

E fazem uma confusão dos diabos. O Lula não foi absolvido, continua condenado. E inelegível para 2022, por causa da Lei da Ficha Limpa. E já tinha direito de cumprir a pena em liberdade antes da decisão do STF. É bobagem: quem é Lula ou Bolsonaro, não vai mudar. Infantilidade pensar que ficar praguejando contra ambos, modificará as cabeças de seus eleitores. 

INFLUÊNCIA ZERO

A soltura do Lula tem influência zero na eleição municipal, no Acre. Nem no auge do seu governo conseguia ser mais votado no Estado.  A disputa das prefeituras é algo paroquial.

ALIANÇA FECHADA

O grupo da deputada federal Vanda Milani (SD) fechou acordo e apoiará em Senador Guiomard a candidatura do vereador Gilson da Funerária para prefeito. A informação foi passada a este BLOG pelo presidente do SD, Israel Milani. Um apoio importante ao Gilson.

MELHOR POSTURA

O governador Gladson Cameli declarou recentemente de que não tem compromisso de apoiar até aqui nenhum candidato a prefeito na capital. Como haverá mais de um candidato do seu campo político disputando a PMRB, o mais sensato seria a neutralidade no primeiro turno.

NÃO APOSTARIA

Mas se perguntarem se acredito que o Gladson ficará neutro na eleição de Rio Branco, no primeiro turno, não demoraria a dizer que, não creio. Até pela sua ânsia em decidir as coisas.

 VERSÃO DA OPOSIÇÃO

A oposição não concorda de que o deputado Géhlen Diniz (PROGRESSISTAS) foi um conciliador nesta questão do projeto da Previdência estadual. Argumentam que foi incendiário e que o projeto não foi votado na marra como queria, porque havia dissidências na base governista.

DISCORDO DA TESE

Discordo totalmente da visão do governador Gladson Cameli de que pode acabar surgindo um nome alternativo forte na disputa da prefeitura de Cruzeiro do Sul. A disputa não vai sair da polarização entre os grupos do prefeito Ilderlei Cordeiro e do ex-prefeito Vagner Sales.

O OUTRO LADO

Como emiti uma opinião de que a oposição não conseguiu ser protagonista até o final acerca das discussões do projeto da Previdência do Estado, e saiu perdendo, não posso deixar de dar o outro lado da versão, porque no BLOG o contraditório é sagrado. “Se há alguém derrotado neste processo são os servidores que estão perdendo direitos conquistados durante anos de dedicação à vida pública”. Opinião enviada pelo deputado Jenilson Lopes (PSB).

TEXTO LONGO

Como o texto era muito longo para este BLOG, com espaço padrão, registrei o essencial.

POR CONTA DAS PAIXÕES

O resto fica por conta das paixões políticas e de opiniões que são emitidas longe da razão. 

NÃO APOSTEM CONTRA

Quem apostar que deputada federal Vanda Milani (SD) está blefando com este seu anúncio de que será candidata a prefeita de Rio Branco, vai perder. Sua candidatura à PMRB é irreversível.

NÃO JOGARIA UMA FICHA

Pelo que escuto nos bastidores nesta terra de muro baixo de Rio Branco, não jogaria uma ficha na aliança entre a prefeita Socorro Neri e o PT, caso esta dispute a reeleição. Primeiro foi a declaração deselegante sobre ela pelo ex-senador Jorge Viana e agora a declaração do Carioca. São peças que vão se juntando no público, sem falar das conversas internas.

FAZENDO BONITO

Enquanto seu lobo não vem a prefeita Socorro Neri vai comendo o mingau quente pelas beiradas. Com a inauguração da Unidade Básica de Saúde do Aeroporto Velho, garantiu 100% de cobertura atenção básica na região da Baixada, que tem em torno de 120 mil moradores.

POR QUE NÃO TE CALAS, CARIOCA?

Foi-se o tempo que o Nepomuceno Carioca era o grande bruxo do PT. Era uma heresia no meio petista lhe questionar. Foi sair do poder e não apita mais nada. Sobre sua declaração de que o PT terá candidato próprio à PMRB, o presidente do PT, Cesário Braga, hoje o dono da bola, sapecou: “O Carioca não fala pelo PT, essa é mais uma opinião individual como tantas outras no PT que permeiam esse debate de 2020”. Só faltou dizer: por que não te calas, Carioca?

ROLANDO LERO

Coloca ainda o presidente do PT, Cesário Braga, em comentário a este BLOG, de que: “a posição do PT do Acre permanece a mesma! Sobre Rio Branco somos base da prefeita e o debate sobre 2020 só em 2020”. Cá entre nós: o PT está dando uma de Rolando Lero na cabeça da prefeita Socorro.  Conheço figuras importantes do PT na mesma tese do Carioca.

ACREDITAR EM PAPAI NOEL

A prefeita Socorro crer que na cúpula do PT os ventos da opinião sopram ao seu favor é acreditar em Papai Noel. Ao contrário do que eu pensava, o PT deve ir de candidato próprio.

NOME SURPRESA

Um nome surpresa pode ser anunciado ainda nesta segunda para compor a equipe do governador Gladson Cameli. O nome pode suscitar debates, mas é uma boa escolha.

QUAL É A CREDIBILIDADE?

Qual é a credibilidade que pode ter uma composição do STF que muda de interpretação sobre um mesmo caso em duas votações distintas. Depois reclamam que não são respeitados.

RESTRITO AO GRUPINHO

Se o PT ainda estivesse no poder no Acre, por certo a comemoração da soltura do Lula tinha lotado a frente do Palácio Rio Branco, com gente disputando espaço. Com a derrota os “aliados” sumiram, por isso só aquele grupinho ideológico apareceu para gritar vivas ao Lula.

VOTO ALTERNATIVO

O MDB, com esta aliança com o PL deve procurar garimpar o chamado voto alternativo. Uma chapa com Roberto Duarte (MDB) para prefeito e Fagner Calegário (PL) de vice tem este perfil.

FORA DE COGITAÇÃO

É fora de cogitação que esta chapa venha conquistar o apoio governador Gladson Cameli.

FRASE DO DIA

“Há governantes que não levam em conta a realidade; por sua vez, a realidade não leva em conta os governantes”. Marx

Continuar lendo
Propaganda

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2019 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.