Conecte-se conosco
Fechar

Rocha ameaça lançar chapa ao governo ao ser desmentido por Gladson

Nelson Liano Jr.

Publicado

em

A disputa pela indicação do candidato a vice na chapa de Gladson Cameli (PP) pode virar uma “guerra na oposição”. Na tarde desta sexta, 15, o PSDB soltou uma nota para a imprensa, depois de uma reunião com o senador, afirmando que tudo estava resolvido. A indicação da vice seria realmente do PSDB como combinado anteriormente. No mesmo dia, à noite, Gladson desmentiu os tucanos, o quê deixou o deputado federal Major Rocha (PSDB), furioso. Em retaliação à quebra do acordo ele abriu mão da indicação do vice de Gladson e afirmou não descartar o lançamento de uma candidatura ao Governo do PSDB.

O ponto da discórdia foi uma entrevista dada por Gladson, sobre a questão da vice, que vai totalmente contra a nota divulgada pelos tucanos. O senador confirmou que esteve reunido à tarde com a Executiva do PSDB, mas não que tenha batido martelo na questão da vice.

“Eu estive hoje à tarde com a Executiva do PSDB e o deputado Rocha tem sinalizado que quer a união. Naquele momento foram apresentados alguns nomes de candidatos a vice. Ele quer que o partido participe da chapa majoritária e pediu que até novembro definíssemos essa questão. Falei que não tinha problema nenhum, mas não poderia deixar de olhar também para o DEM. Pedi para que o PSDB e o DEM costurassem essa situação. O DEM é importantíssimo nesse processo do ano que vem. E é uma decisão que eles têm que construir. Se cada um deles olhar para o processo de uma alternativa de poder dá certo. Nenhum dos partidos vai perder. O quê é mais importante? Indicar um vice ou ter uma senadora? Os dois têm como ganhar. É só eles entrarem num consenso e não jogar essa responsabilidade sobre mim. Estou fazendo uma composição com mais de 14 partidos e temos que ter muita maturidade pra isso. E não descarto a possibilidade de resolver antes de novembro,” afirmou Cameli.

A versão de Alan Rick

O deputado federal Alan Rick (DEM), contou que o senador do PP também esteve de tarde, no mesmo dia, no DEM. O parlamentar falou sobre a informação dos tucanos da resolução do vice. “Foi uma surpresa para nós essa informação. Tivemos uma reunião hoje com o Gladson e os prefeitos de oposição do interior. Nessa reunião, com todas as letras, Gladson disse que isso não era verdade. Afirmou que não prometeu a vice ao PSDB, que acho justo pleitear. Penso que o DEM tem eu, o Bocalom e outros nomes importantes para apresentar para compor essa chapa. Entendo que houve uma precipitação porque o senador disse que não fechou questão, mas o DEM vai seguir o seu caminho. Nós temos um pré-candidato ao Senado e outro a deputado federal,” destacou Alan.

Rocha: “O PSDB não será empecilho para o Alan ser vice”

O deputado Major Rocha ficou contrariado com o depoimento do senador. Rocha evidentemente não gostou e afirmou: “Eu faço política como uma coisa séria e não como brincadeira. Eu prezo muito a palavra. Não sou de descumprir e o que as pessoas falam pra mim eu tomo como verdade. Fui procurado, em Brasília, pelo senador Gladson que pediu uma reunião com a executiva do PSDB do Acre que ele iria anunciar que o vice seria indicado por nós. Esse nome seria uma deliberação da nossa Executiva. Fizemos a reunião e, para a nossa surpresa, o senador pelo que te falou, desfaz aquilo que tinha dito. Então dessa forma não tem como trabalhar. Eu abri mão de uma candidatura ao Senado e, agora, a minha intenção é que o PSDB desista de indicar a vice. Acho que o DEM pode ficar à vontade para colocar o Alan Rick de vice. O PSDB não vai ser empecilho. Mas vamos reavaliar todo o processo. E vamos decidir qual será a nossa postura. Temos bons quadros para qualquer candidatura. Vamos fazer uma avaliação. Mas me antecipando sou a favor que o PSDB abra mão da candidatura de vice para o DEM, do Alan,” garantiu o tucano.

Indagado se isso pode significar um projeto majoritário com candidatura ao Governo do PSDB, Rocha disse: “Pode. Porque não dá para se tratar política com molecagem. É preciso ter palavra, compromisso. Não pode fazer compromisso com três ou quatro pessoas ao mesmo tempo. Temos que resgatar a seriedade e a palavra que se perdeu. De forma tranquila, nada contra o Gladson e nem o PP, mas o PSDB não trabalha política dessa forma. Vamos reavaliar todo o cenário. Temos outras forças políticas no Estado e queremos entrar num projeto serio que mude a realidade do nosso povo,” desabafou Rocha.

Continuar lendo

Acre

Instituto Federal do Acre começa ofertar primeiro curso de mestrado a partir de 2018

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Com a presença das principais lideranças da FPA, Pedro Longo e Henrique se filiam ao PV

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Trabalhadores dos Correios do Acre entram em greve nesta sexta por tempo indeterminado

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.

[fvplayer src="http://cdn1.ac24horas.com/wp-content/uploads/2017/09/POPSHOW_GUSTAVO_LIMA.mp4" autoplay="true" preroll="no" postroll="no" data-volume=0.03]