Conecte-se conosco

Destaque 2

TV Gazeta confirma saída de Wesley Morais, mas faz suspense sobre Mara Rocha

Publicado

em

As inovações no jornalismo são válidas, e esse é um dos conceitos utilizados pela TV Gazeta, afiliada Record TV no Acre, para alterar seu quadro de funcionários ou programas que vão ao ar. A partir da semana que vem, tem mudança: Wesley Morais deixa o comando do matinal Balanço Geral, e dá espaço à jornalista Crisna Lima, que até então estava na TV 5, afiliada da Bandeirantes.

A mudança, confirmada pelo diretor-geral da emissora, Gabriel Rota, ecoa em meio a comentários de que a também apresentadora Mara Rocha -possível candidata à vice-governadora pelo PSDB- teria sido demitida da afiliada. O assunto, na avaliação de Rota, não passa de imaginação e nada tem a ver com questões políticas. O desligamento, contudo, não foi confirmado.

Episódios como os de agora, por exemplo, já foram propagados em outras datas, com a saída dos jornalistas Assem Neto, Lenilda Cavalcante e Gerson Rondon, em anos anteriores. Sempre que possível, a emissora nega envolvimento de membros do Governo do Acre com a decisão de desligar funcionários.

Por telefone, Mara Rocha disse que ainda não tinha conhecimento da demissão dela, e afirmou iria normalmente ao trabalho nesta quinta-feira, dia 31, já que apresentaria o principal jornal da emissora, o Gazeta em Manchete, pela noite. Além disso, Mara, que é irmã do deputado federal Major Rocha (PSDB), falou do respeito que há dentro da emissora.

Já o apresentador Wesley Morais não quis comentar a saída da TV Gazeta. A reportagem não conseguiu contato diretamente com ele que, desde a primeira exibição do Balanço Geral, há dois anos, esteve à frente do telejornal que a partir do próximo dia 11 de setembro será comandado por uma mulher, pela primeira vez.

Continuar lendo

Destaque 2

Homem fica irritado com abordagem e enfrenta agentes da RBTrans; veja o vídeo

Publicado

em

Um motociclista ficou bastante irritado com uma abordagem e enfrentou quatro agentes da RBTrans, na manhã desta segunda-feira, 18, em frente a Praça da Juventude, antiga rodoviária da capital. O vídeo, gravado por uma pessoa que estava próxima ao local, circula na redes sociais.

O homem vestido de bermuda e camiseta tenta tomar a caneta e o bloco de anotações do agente, que ameaça chamar a polícia. Exaltado, o rapaz diz: “Chama a viatura, chama!”.

Outro agente, de forma mais amena, pondera: “Ninguém quer brigar com você não, meu amigo!”. Visivelmente irritado, o motociclista ameaça bater em um dos agentes.

Depois de ter acesso ao vídeo, a reportagem de ac24horas soube, por meio da RBTrans, que o rapaz que tenta agredir os agentes é um permissionário de mototaxi. Ele ficou irritado porque os agentes se preparavam para apreender seu veículo que estava irregular devido a documentação atrasada. A informação é do superintendente de Trânsito de Rio Branco, Gabriel Forneck.

“É um permissionário de mototaxi. Estava irregular a situação da moto dele, viração tava irregular e os meninos iam fazer a apreensão do veículo. E aí o viração chamou o permissionário, o permissionário chegou alterado, agrediu um dos nossos agentes com um soco, tentou bater em outros no vídeo da pra verificar. Nós fizemos um boletim de ocorrência e a gente vai fazer os processos administrativos aqui que cabem à legislação, que podem ir de uma punição, multa ou até mesmo a cassação da permissão do mototaxi”, diz o superintendente.

Continuar lendo

Destaque 2

Taxistas e mototaxistas lançam aplicativo que proporciona 20% de descontos em corridas em Rio Branco

Publicado

em

O aplicativo BR Táxi com 20% de desconto nas corridas de táxis e mototaxis em Rio Branco foi lançado nesta segunda-feira, 18, com as presenças das duas categorias e do prefeito Marcus Alexandre Viana.

O aplicativo é o primeiro passo para o que os taxistas e mototaxistas chamam de processo de modernização das duas categorias.

“É um aplicativo que você solicita um táxi ou um mototaxi. É o primeiro aplicativo que funciona com as duas modalidades de transporte. Estamos esperando apenas a liberação do sistema IOS. No sistema android já está funcionando. Temos a ideia formada de termos uma tarifa dinâmica e flexível”, disse o presidente do Sindicato dos Taxistas no Estado, Esperidião Teixeira.

O preço flexível deve ocorrer em horários de menor movimentação na praça. Os sindicatos das duas categorias também querem melhorar o atendimento aos clientes. Para isso já são realizados cursos de capacitação.

Ainda durante o lançamento do aplicativo, o prefeito de Rio Branco fez a entrega de 30 motaxímetros que servirão para aferir os valores das corridas.

Continuar lendo

Destaque 2

Vaga de vice de Marcus Viana deve cair no colo do secretário de Segurança Emylson Farias

Publicado

em

A vaga de vice de Marcus Viana, pré-candidato do PT ao governo do Acre, vai cair no colo de Emylson Farias, do PDT. Seria um acordo entre Sebastião Viana e o pedetista José Luiz Tchê, presidente do partido. E nesse acordo tem um fator: o secretário de Segurança conta com a simpatia e a confiança do governador, seu incentivador político. Mídia para Emylson Farias não falta, vontade do PDT pela vaga também não.

O deputado federal César Messias, do PSB, teria sido convidado para ser vice de Marcus. Seria o nome perfeito para Viana e a FPA, mas César disse não devido a problemas de saúde. É uma decisão que passa pela família do parlamentar.

Messias seria a única possibilidade de o PSB emplacar o vice. A razão não é só o partido em si, mas a identificação do parlamentar com o Juruá e sua experiência no Executivo: foi vice governador duas vezes nas gestões da FPA.

O detalhe é que o nome de Emylson não agrada a muita gente no seio da FPA, inclusive no PT. Há um cálculo de que a rejeição ao secretário de Segurança faria a diferença em uma eleição apertada entre Marcus Viana e Gladson Cameli.

O presidente do PDT, José Luiz Tchê, não confirma, mas diz que o partido “merece seu espaço no Executivo”.

“O PDT está num tamanho que tem as condições de ter um nome tanto pra ser vice como pra ser candidato. O PCdoB teve seu espaço, o PSB também teve seu espaço, o PDT deve ter o seu. Se vai ser vice aí é outra negociação. Mas mesmo sendo vice há um projeto de governo”, diz Tchê.

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.