Ac24Horas - Portal de notícias do Acre

Rio Branco, Acre, 17 de julho de 2017

PDT trabalha para incluir o nome de Luiz Tchê na chapa majoritária da Frente Popular

Da redação ac24horas 17/07/2017 08:59:16

Após toda movimentação em torno dos quatro pré-candidatos ao governo do Acre pela Frente Popular do Acre, coligação comandada pelo PT, os partidos com maior representação no bloco que administra o Acre há quase 20 anos, se preparam para apresenta os nomes de postulantes aos demais cargos na chapa majoritária que conta com nomes como Jorge Viana, Ney Amorim e Marcus Viana.

Os dirigentes do PDT iniciaram as articulações em torno de Luiz Tchê, presidente da sigla, que espera emplacar o nome do ex-deputado estadual como um dos membros da chapa majoritária. Inicialmente, os pedetistas entram na disputa para indicar Tchê como pré-candidato a vice-governador, mas não descartam que ele seja indicado como suplente de Ney Amorim ou Jorge Viana, ambos do PT.

O diálogo para apresentar a indicação de Luiz Tchê como possível integrante da chapa majoritária da FPA teve início durante uma reunião do pré-candidato ao governo do Acre, Daniel Zen (PT) com os deputados estadual Heitor Júnior e Jesus. O nome de Luiz Tchê será levado para apreciação do conselho político da FPA. De acordo com os deputados pedetistas, o presidente do PDT tem apoio de alguns partidos.

Candidatura própria

Procurado pela reportagem, Luiz Tchê disse que “a prioridade no momento é preservar a história construímos junto a Frente Popular, onde participamos de um governo legalista que visa o desenvolvimento do Estado do Acre”, que os debates internos na coligação são salutares, mas a prioridade é trabalhar a construção de consenso dos nomes que serão apresentados e avaliados pela coligação.

“O PDT, através da sua Executiva Estadual, externa publicamente o apoio amplo e irrestrito ao seu pré-candidato ao governo do Acre, secretário Emylson Farias. Ciente de que o espaço democrático de debate no âmbito da Frente Popular, ocorre junto a todos os partidos, sendo o diálogo exercido constantemente. Sem deixar de esclarecer que a prerrogativa para externar e dar voz é somente o presidente”, diz Tchê.

Segundo Luiz Tchê, as diretrizes político/partidárias ficaram determinadas da seguinte forma: “O PDT, em reunião deliberativa junto à sua Executiva regional, decidiu apoiar o nome do secretário Emylson Farias como pré-candidato ao governo do Estado do Acre, com a ciência dos partidos da frente popular, sendo qualquer outra notícia, meramente especulativa e desprovida de fundamentação, pontua  Luiz Tche.




Veja Também