Ac24Horas - Portal de notícias do Acre

Rio Branco, Acre, 17 de julho de 2017

Hipótese de latrocínio foi descartada em morte de taxista, na capital, no final de semana

Da redação ac24horas 17/07/2017 13:26:58

O delegado Rêmulo Diniz, em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (17), informou que descartou a hipótese de latrocínio das linhas de investigações que estão sendo usadas para solucionar o caso do Taxista Andresson Martins, encontrado morto em um ramal do bairro Floresta, na madrugada de sábado (15), em Rio Branco.

Segundo o delegado, a hipótese foi descartada devido não ter sido constatado a subtração de nenhum bem da vítima, uma vez que o veículo que havia sido levado pelos criminosos, foi encontrado abandonado na região da Sobral e foi utilizado somente para a fuga.

A hipótese mais trabalhada pela Polícia Civil é de um crime de execução, já que a vítima foi encontrada amarrada e com tiros disparados na região da cabeça.

“Nos estamos ouvido pessoas e levantando informações que levam a crer que o crime tenha sido de fato uma execução. Já estamos avançados nas investigações e a princípio sabemos que a vítima tinha algumas desavenças e alguns fatos a serem cobrados por alguns de seus algozes. Também está sendo levado em consideração o suposto envolvimento da vítima em um grupo criminoso, mas, nos não podemos ainda afirmar nada e nem que esse tenha sido o motivo para sua morte”, informou o delegado.




Veja Também