Conecte-se conosco
Fechar

Epitaciolândia: Tião Flores compra medicamentos com preços acima do normal e diz que foi orientado por prefeito do PT

Publicado

em

O prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores (PSB) levantou uma série de suspeitas ao realizar a compra de medicamentos e outros materiais pegando carona em uma licitação feita pela prefeitura da cidade de Pauiní, no Amazonas. Não apenas por isso: o prefeito também pagou valores muito acima dos normalmente cobrados no mercado do Acre.

Antes, em maio, Flores pretendia realizar uma licitação própria, inclusive com outras empresas do Acre, mas apenas uma se apresentou para o certame, o que impediu a realização do pleito de seleção da nova fornecedora do município. Por isso, então, o prefeito ligado à Frente Popular do Acre (FPA) resolveu usar uma licitação do Amazonas.

Alguns preços, como destacou o site 3 de Julho Notícias, estão bem acima dos ofertados no mercado. Um deles é o Anestésico Tópico, em Pote de 12g. Nas buscas feitas pelo jornal, o valor encontrado foi de R$ 12,00, enquanto a Prefeitura de Epitaciolândia está pagando R$ 142,00. Uma diferença de R$ 130,00. E o mesmo acontece com o Anestésico Lidistesim, em caixa com 50 unidades, que custa R$ 55,00, mas a prefeitura comprou por R$ 116,12.

Sobre isso, o prefeito Tião Flores comentou que antes de fazer a compra consultou o prefeito de Xapuri, Bira Vasconcelos (PT), que também teria “pego carona” na mesma licitação amazonense. Contudo, afirma Flores, em nenhum momento houve intervenção dele no processe de contração e compra dos medicamentos.

“Eu peguei essa carona. Inclusive você pode ligar para o prefeito de Xapuri. Eu vou fazer o seguinte: eu vou consultar quantas prefeituras pegaram essa carona. Quem observa [esses preços] é a comissão de licitação. Eu nem sequer intervenho para justamente evitar esse tipo de coisa”, alega o prefeito ao tentar justificar a compra polêmica da Secretaria Municipal de Saúde.

Demonstrando não ter conhecimentos dos preços cujos pagamentos ele mesmo autorizou, Tião Flores diz confiar na equipe que o ajuda a administrar o município que fica na fronteira do Acre. Mas o que chama atenção é que antes de comprar os remédios e materiais Tião falou com o prefeito de outra cidade, desta vez do Partido dos Trabalhadores (PT).

A reportagem tentou contato com a empresa Biolar, mas ninguém atendeu na sede da empresa. O ac24horas também tentou contato com o prefeito Bira Vasconcelos, de Xapuri, mas sem sucesso. Flores afirmou que retornaria o contato do portal para explicar se a licitação seria ou não cancelada, mas isso não aconteceu até à tarde desta segunda-feira, dia 19. O espaço segue aberto para ambos os gestores e, ainda, à empresa.

Continuar lendo

Destaque 2

Ex-prefeito de Marechal Thaumaturgo é acusado de desviar R$ 800 mil do Fundeb com outras finalidades

Publicado

em

Continuar lendo

Destaque 2

Processo Seletivo do Iapen é investigado por irregularidades e documentação fraudulenta

Publicado

em

Continuar lendo

Destaque 2

2ª Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial inicia nesta sexta, na Ufac

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.