Rio Branco, Acre, 3 de junho de 2017

Autor do 1º gol no Arena da Floresta espera até hoje por homenagem de senador petista

Jairo Barbosa 03/06/2017 09:17:34

Em dezembro de 2006, diante da seleção olímpica brasileira, Rogério Tarauacá fez a alegria de vinte mil expectadores presentes a Arena da Floresta ao marcar o primeiro gol no estádio que projetou o futebol acreano.

Na época, ele jogava no futebol equatoriano e foi convidado pela diretoria do Rio Branco FC para o amistoso diante dos campeões sulamericanos.

O Estrelão venceu o confronto por 2 x 1 e Rogério Tarauacá entrou para a história ao balançar pela primeira vez as redes da Arena.

Na ocasião, lembra ele, o então governador do Acre, Jorge Viana (PT), disse que faria uma homenagem ao artilheiro durante um solenidade que realizaria no Palácio Rio Branco.

Eufórico pelo triunfo do Rio Branco FC diante da seleção brasileira, o hoje senador da república prometeu imortalizar o feito do jogador tarauacaense, mas até hoje ele não foi lembrado.

¨ Ele deu entrevista após o jogo dizendo que iria me homenagear por eu ter marcado o primeiro na Arena. Fiquei muito feliz, falei pro meus familiares, amigos, pra todo mundo. Eu estava jogando no Equador naquela época e me lembro que esse gol me projetou lá também¨, disse o jogador.

Rogério Tarauacá está com 34 anos. Aposentado do futebol trabalha em um cartório de Rio Branco. Poucos dos seus colegas de trabalho sabem da sua trajetória no futebol.

Mas o jogador não perdeu a esperança de ver seu gol imortalizado em uma placa, assim como aconteceu com seu amigo Jessé, autor de um gol antológico no Florestão, também em Rio Branco.

Para ele, nunca é tarde para lembrar quem fez algo pelo futebol acreano.

¨ Tô esperando né? Vai que o homem(senador) se lembra da promessa e resolve me receber. Ficaria muito feliz¨, comentou.

Rogério Tarauacá encerrou a carreira profissional em 2015, atuando pelo Alto Acre no campeonato acreano.


[yottie id="1"]


Veja Também


Ac24Horas – Portal de notícias do Acre

Autor do 1º gol no Arena da Floresta espera até hoje por homenagem de senador petista