Ac24Horas - Portal de notícias do Acre

Rio Branco, Acre, 18 de maio de 2017


Rocha vai propor PEC pedindo novas eleições este ano

Nelson Liano Jr. - 18/05/2017 15:40:17

O deputado federal Major Rocha (PSDB) afirmou que está colhendo assinaturas para apresentar um Proposta de Emenda Constitucional (PEC) antecipando as eleições gerais de 2018. “Não adianta trocar só o presidente da República. É preciso haver uma renovação no Congresso Nacional. A população não se sente mais representada. É necessário restabelecer a credibilidade. O atual quadro tem muitos senadores e deputados comprometidos com as investigações que estão em curso. A solução para essa crise deve vir pelos votos diretos da população,” afirmou Rocha.

Para o deputado acreano não existe mais clima para que as reformas da Previdência e trabalhista aconteçam com a atual representação no Congresso. Ele revelou ainda que assinou um pedido de impeachment do presidente Temer (PMDB) com mais sete outros deputados tucanos. “O atual Governo não parece mais honesto. Qualquer brasileiro que tivesse conhecimento de uma situação em que um presidiário condenado (Eduardo Cunha) está sendo beneficiado deveria delatar isso imediatamente às autoridades. Agora, imagina o presidente da República?” indagou o tucano.

Outra revelação de Rocha é que a bancada do PSDB já se reuniu para avaliar a situação. Está só esperando a divulgação do áudio da conversa de Temer com o empresário da JBS, Joesley Batista, para abandonar o Governo. “Não há mais credibilidade no presidente que foi eleito na chapa junto com o PT,” ressaltou.

Fogo pra todo lado

Rocha também destacou a postura dos petistas que estão comemorando a derrocada do Governo Temer. “Para eles só vale quando os outros estão no fogo. Mas estão comprometidos porque foram eles que apoiaram e elegeram a chapa Dilma (PT) e Temer. Precisam acabar com esse discurso porque os petistas são os grandes responsáveis por toda essa situação caótica que o país está vivendo,” disse Rocha.

O fator Aécio

Em relação as acusações contra o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (PSDB), Rocha disse o seguinte: “Ele vai se afastar da presidência do partido para poder se defender. Não sou eu quem vai defende-lo, mas os seus advogados. Deve ter ampla direita à defesa. Por enquanto só foram vazadas as fotos da entrega do dinheiro, mas o que supostamente foi gravado das conversas do Aécio com empresário da JBS, Joesley Batista, é muito grave,” finalizou.





Veja Também