Ac24Horas - Portal de notícias do Acre

Rio Branco, Acre, 20 de abril de 2017

Apoiadores do vereador Carlos Juruna protestam em frente à sede do Tribunal de Justiça do Acre

João Renato Jácome 20/04/2017 08:34:25

Cerca de 150 pessoas fazem na manhã desta quinta-feira, dia 20, em frente à sede do Tribunal de Justiça do Acre, um protesto contra a ordem de prisão dada ao vereador José Carlos Silva (PSL), o Juruna, que está foragido e pode ser cassado na Comissão de Ética da Câmara Municipal de Rio Branco (CMRB).

Desde a expedição do mandado de prisão, o delegado Antônio Alceste, da Delegacia da 3ª Regional, responsável pelo cumprimento da ordem, explicou que os agentes estão em busco do parlamentar. “A gente tá fazendo diligências para prendê-lo. A ordem é prendê-lo”, informou o delegado.

Juruna responde na Justiça por crimes como peculato, tráfico de influência, corrupção ativa, falsificação de documento público e falsidade ideológica. Segundo acusação, ele teria recebido propina nas vendas ilegais de lotes do complexo de camelôs de Rio Branco.

O parlamentar chegou a ser preso provisoriamente em fevereiro, mas 48 horas depois obteve uma liminar favorável à sua soltura pelo Superior Tribunal de Justiça. Para não pegar falta, apresentou atestados médicos assinados por um pediatra, e, esta semana, pediu licença de 120 para tentar driblar o processo de cassação que tramita na Câmara.




Veja Também