Ac24Horas - Portal de notícias do Acre

Rio Branco, Acre, 21 de março de 2017

CPI da Câmara de Rio Branco é criada por Resolução da Mesa Diretora; Base domina cargos

Régis Paiva 21/03/2017 08:11:06

A novela sobre a investigação a respeito de como funciona o sistema de transportes coletivos de Rio Branco teve o seu primeiro passo formal para a instalação nesta terça-feira (21) com a publicação da Resolução Legislativa Nº 20, criando a Comissão Especial de Investigação (CEI). A medida, assinada pelo presidente da Câmara de Vereadores da capital, Manuel Marcos nomeia o presidente e demais membros e determina um prazo de 90 dias para a investigação.

A presidência da CEI ficou a cargo do vereador Railson Correia (PTN), tendo como relator Jakson Ramos (PT). Estes dois cargos dão os rumos das investigações, como a intimação de testemunhas e as requisições de documentos. Os membros da comissão são Célio Gadelha (PSDB), Eduardo Farias (PC do B) e Roberto Duarte (PMDB), tendo como suplentes os vereadores N. Lima (DEM) e Artêmio Costa (PSB).

Um dos temas a chamar a atenção na publicação é a finalidade, pois é específica no que diz respeito a “averiguar denúncias de supostas irregularidades nos Termos Aditivos de Renovação da contratação das empresas de transportes público municipal, como também, a participação de agentes públicos municipais em prejuízo da população que utiliza estes meios de transportes”.

A questão do tema é importante, pois os investigadores não podem buscar informações se não forem relativas a ele [tema]. A comissão agora tem prazo de 90 dias para apresentar o relatório conclusivo e parecer técnico da investigação.




Veja Também