Ac24Horas - Portal de notícias do Acre

Rio Branco, Acre, 20 de março de 2017

Homem tenta abrir porta de avião em voo entre Brasília e Rio Branco e causa pânico em passageiros

Luciano Tavares, da redação ac24horas 20/03/2017 07:01:46

Passageiros do voo 3584 da Latam, que viajavam de Brasília a Rio Branco no sábado, 18, passaram momentos de pânico depois que um rapaz tentou abrir a porta do avião em pleno voo. Ele também tentou invadir a cabine da aeronave.

Segundo relato do passageiro Walmir Weliton Dutra, o indivíduo aparentava possuir problemas psicóticos. Comissárias de bordo tentaram contê-lo e ele usou como arma a ponta da fivela do próprio cinto. Graças a ação dos próprios passageiros, o pior não aconteceu. Foram necessários seis homens para imobilizá-lo dentro da aeronave.

Segundo o relato, uma senhora passou mal e foi atendida por uma médica que estava a bordo. Outras pessoas ficaram bastante assustadas.

“Apresentava sinais de esquizofrenia… não sei ao certo. Armou-se com a fivela do cinto, queria abrir a porta do avião em pleno voo após uns 50 minutos da decolagem e tentando ter acesso à área de cabine e após várias tentativas por partes das comissárias de bordo para que o mesmo sentar-se. Ele demostrou agressividade, eu e mais 5 passageiros conseguimos imobilizar o mesmo. Várias senhoras passaram mal. Uma senhora teve de utilizar oxigênio e várias outras pessoas em pânico. Coisa de filme! Gravei um pouco pois meu celular já estava sem bateria”, conta o passageiro.

O voo saiu de Brasília por volta das 23h11. Durante a ocorrência foi cogitada a possibilidade de um pouso de emergência em Cuiabá, no Mato Grosso.

Quando a aeronave pousou em Rio Branco, uma ambulância e uma viatura da polícia já aguardavam no aeroporto para eventuais atendimentos . O rapaz foi conduzido por policiais à delegacia.

Atualização às 14:00: A LATAM Airlines Brasil informa que realizou o desembarque de um passageiro do voo JJ3584 (Brasília – Rio Branco) de sábado (18) em função de comportamento indisciplinado a bordo. A empresa reforça que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais.




Veja Também