Ac24Horas - Portal de notícias do Acre

Rio Branco, Acre, 16 de fevereiro de 2017


Petista critica “força desnecessária” da polícia para prender vereador Juruna

Luciano Tavares, da redação ac24horas - 16/02/2017 09:59:00

O vereador Mamed Dankar (PT) criticou a ação policial ocorrida na manhã desta quarta-feira, 15, no interior da Câmara Municipal, que teve como objetivo prender seu colega de parlamento José Carlos Juruna (PSL).

O petista considerou desnecessária a ação no prédio e criticou o uso de armas para prender Juruna. “Acho uma força desnecessária. Parecia mais um ato para atrair os olhares de alguns.”

“Se há um mandado, que foi expedido no dia 10, segundo informações, teriam todo final de semana para achar o vereador em sua casa, no seu trabalho. Da mesma forma que fizeram com o vereador podem fazer com qualquer um de nós.”

Policiais civis chegaram à Casa por volta das 10h para cumprir o mandado judicial, mas o vereador Juruna deixou o prédio da Câmara pelas portas do fundo antes da chegada dos agentes. À tarde, ele se entregou à polícia acompanhado do presidente da Câmara, vereador Manuel Marcos (PRB) e de advogados.





Veja Também