Ac24Horas - Portal de notícias do Acre

Rio Branco, Acre, 24 de maio de 2016


Cinco parlamentares da bancada federal do Acre receberam doações de empreiteiras envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras

Ray Melo, da editoria de política do ac24horas - 24/05/2016 22:27:28

FARINHA_01

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

Todos os dias escutamos discursos açodados de parlamentares federais do Acre que disparam acusações que vão golpistas a corruptos contra seus adversários. As perguntas que ficam são as seguintes: quem é realmente honesto neste jogo? Será que estas pessoas conseguiriam se eleger sem recorrer aos recursos das gordas doações de empresários e empreiteiras? Apenas o dinheiro que é destinado a seus adversários é sujo? Pois bem, numa rápida busca nos arquivos de jornais e revistas, podemos constatar que alguns de nossos representantes que arrotam honestidade pelos quatro quantos do país, também receberam doações de empresas acusadas pelo Ministério Público Federal (MPF) como empreiteiras envolvidos no esquema de corrupção da Petrobras.

Tanto parlamentares de oposição, quanto os de situação (depois do afastamento de Dilma, ninguém sabe mais quem é quem) receberam dinheiro de três das cinco empreiteiras apontadas de organizar o suposto esquema de propinas que alimentava campanhas políticas em todo Brasil. O sítio http://mapa.vemprarua.net/ac/ – portal criado para mostrar como os parlamentares de cada estado votariam no impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) apresenta um relatório dos doadores de campanha da bancada federal do Acre, onde demonstra que cinco dos nossos representantes receberam recursos doações da Construtora OAS LTDA e Engevix Engenharia S/A – as duas com executivos acusados de participação no esquema de corrupção da Petrobras.

Segundo o mapa vem pra rua, os apoiadores de Dilma e Lula do Estado do Acre foram premiados com recursos de empresas do Petrolão. O deputado federal Raimundo Angelim (PT) recebeu R$ 25 mil da Construtora OAS LTDA; Léo de Brito (PT) recebeu R$ 25 mil Construtora OAS S/A; Sibá Machado (PT) recebeu R$ 95 mil da Engevix Engenharia S/A e R$ 25 mil da Construtora OAS S/A. Alguns dos parlamentares que apoiaram o afastamento do PT da presidência não ficaram de fora das generosas doações. O senador Gladson Cameli (PP) recebeu R$ 100 mil da Construtora OAS S/A; Flaviano Melo (PMDB) recebeu R$ 200 mil da Construtora OAS S/A e R$ 150 mil da Construtora Andrade Gutierrez S/A. Calma aí, meus três leitores, tudo foi declarado ao TSE. Portanto, é dinheiro legal.

mineirinho_01O mineirinho ataca novamente
O deputado Eber Machado (PSDC) desistiu de sua pré-candidatura, mas não abre mão de flertar com os postulantes ao cargo de prefeito de Rio Branco. Ele roubou a cena na Aleac, durante os discursos de solidariedade à deputada Eliane Sinhasique (PMDB) que foi atacada por um militante do PT. Até o comunista Jenilson Leite ficou sem palavras depois que Machado tascou uma frase de Che Guevara, para entregar um buquê de rosas vermelhas para peemedebista. “Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais conseguirão deter a primavera inteira”. Para complementar o ‘mineirinho’ sapecou outra frase de efeito: “jamais aqueles que caminham com o coração cheio de amor serão detidos”. Êta que o democrata cristão está com o coração cheio de amor pra dar. Quem será que ele vai apoiar nas eleições deste ano?

paz_01Os novos tempos do PT
Parece que os petistas do Acre assimilaram a queda de popularidade do partido em nível nacional e resolveram calçar as sandálias da humildade aqui no Estado. Os cardeais e a militância não lembram nem de longe aqueles manifestantes que xingaram em praça pública, as desembargadoras que atuaram na Operação G7. Choveu pronunciamentos e notas de solidariedade pelo triste episódio de um militante que classificou Eliane Sinhasique (PMDB) como dePUTAda, porque ela saiu para uma festa em uma boate. O líder do governo na Aleac, deputado Daniel Zen (PT) repudiou o ocorrido. Para ele, “ferir a honra de uma pessoa dessa forma é lamentável. Nós, do PT, nos envergonhamos do que aconteceu, o partido não foi e nunca será conivente com esse tipo de coisa”. Que a paz se instale, que a alegria floresça, que o amor perdure, que o poder e os cargos comissionados não sejam mais importante que o respeito ao próximo. Não me belisquem, não quero acordar.

gonzaga_01Em busca da UPA prometida
O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) continua sua fiscalização implacável das “obras paradas” do governo do Acre no interior do Estado. Gonzaga afirma que as obras da UPA de Cruzeiro do Sul foram iniciadas em 2013, com prazo de conclusão de 18 meses, mas depois da falência de empresas que ganharam a licitação, a obra foi abandonada. “Estamos em 2016, e até agora nem previsão de entrega temos”, diz o tucano que classifica o episódio como “falta de administração e planejamento, falta de governo. Essa tem sido uma prática do governo do PT, toda época de eleição faz empréstimo, começam as obras e depois das eleições param tudo. Ninguém sabe para onde vai o dinheiro”. Que é isso, Gonzaga, nós sabemos que o dinheiro vai para os projetos que tornara nosso Acre, em modelo global.





Veja Também