Rondônia decreta Estado de Calamidade Pública por causa da cheia do Madeira

Rondôniaagora.com 13/02/2014 09:23:26

O governador Confúcio Moura (PMDB), decretou estado de calamidade pública em Rondônia em razão dos prejuízos causados pelas enchentes do Rio Madeira. Com a decisão, o Estado poderá requerer recursos do Ministério da Integração Nacional para ajudar as famílias desabrigadas em Porto Velho, Jacy Paraná, Guajará-Mirim, Nova Mamoré, além de várias outras localidades.

Nova Mamoré, cujo acesso por terra está bloqueado pelas cheias, já está prejudicado com o desabastecimento de combustível e, provavelmente, até o fim de semana possa acontecer falta de alimentos nos supermercados.

No final da tarde desta quarta-feira, o Governo reuniu entidades, representantes das usinas do Madeira e órgãos públicos para discutir os prejuízos das cheias do Madeira. O documento foi formalizado na quarta mesmo e deve ser enviado ao governador Confúcio Moura que está em Brasília. Segundo o Governo, são seis municípios atingidos pelas águas do Rio Madeira e que precisam do trabalho do estado, dos municípios e da União.

A situação está mais grave em Porto Velho, que já contava, no momento da reunião, com mais de 70 famílias entre desalojados e desabrigados e em Guajará Mirim, com o acesso interditado na BR 425, rodovia estadual com status de federalizada devido a área fronteiriça, com possibilidade de desabastecimento da cidade e região.



Notícias Acre Classificados AC