Espaços utilizados pela Jocum vão ser contemplados com o Título de Propriedade

Com informações do Iteracre 12/02/2014 15:41:03

Com o objetivo de executar a regularização fundiária em todos os templos religiosos do estado, O Instituto de Terras do Acre (Iteracre), tem trabalhado incansavelmente para alcançar as igrejas que desenvolvem um papel de assistência social nas comunidades mais carentes. A próxima Instituição a ser contemplada vai ser a Organização Missionária Jovens Com Uma Missão (Jocum). O lugar é reconhecido pela diversidade das atividades que executa. A áreas contempladas beneficiam 6 bases do projeto. Uma em Senador Guiomard, Uma em Porto Acre e 4 em Rio Branco.  

unnamed

Há 14 anos no Acre, a Jocum vem desenvolvendo trabalhos específicos para atender a necessidade real do povo acreano, com ações de caráter socioeducativo, tendo como meta a restauração das famílias que se encontram em disfunção. “Temos atividades voltadas para homens, mulheres, crianças e adolescentes na recuperação de dependentes químicos e alcoolismo, pessoas na situação de risco social, orientação para adolescentes grávidas, abandono de vícios, resgate de valores familiares, prevenção às drogas e treinamentos para missionários”, esclarece o Diretor da Jocum no Acre, Pastor Daniel Batistela.

Só na capital, a Jocum atende cerca de 5 mil pessoas. “Nosso objetivo é restabelecer vidas e reinserir essas pessoas em suas famílias, mostrando o caminho para a recuperação da dignidade”, afirma o Presidente. Segundo Batistela, o espaço também oferece cursos de artes, aconselhamento, cura, libertação, evangelismo e teologia. Toda mão de obra é de caráter voluntário, sem gerar vínculo empregatício, vindos de outros estados e até outros países. Dentre os missionários que auxiliam no local, é possível encontrar jovens, famílias, aposentados, universitários, diferentes denominações evangélica, dentre outros.

Segundo o Diretor Presidente do Instituto de Terras do Acre (Iteracre), Glenilson Figueiredo, um local que leva inúmeros benefícios à comunidade deve ser regularizado com celeridade. “A realidade social do nosso estado necessita de trabalhos como esses que a Jocum realiza, pretendemos entregar o Título de Propriedade para que eles possam ter condições de fazer um financiamento, receber uma emenda parlamentar, fazer parte de um convênio ou qualquer outro benefício que possa refletir em melhorias para os espaços onde as pessoas são acolhidas”, afirma.

 



Notícias Acre Classificados AC