TCU julga improcedente denúncia de Eliane Sinhasique contra a Semsa

Jessé Peddines| Rio Branco (AC) 06/02/2014 11:01:52

O Tribunal de Contas da União (TCU) julgou improcedente a denúncia feita pela vereadora Eliane Sinhasiqui (PMDB) contra a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A decisão foi 70/1014, divulgado nesta quarta-feira, 05. A vereadora denunciou, em outubro de 2013, que a Semsa havia praticado superfaturamento na aquisição de serviços gráficos. O TCU, no entanto, decidiu não reconhecer a representação da parlamentar peemedebista e pelo seu arquivamento.

O secretário-adjunto de Saúde municipal, Otoniel Almeida, afirmou que a decisão do TCU é a comprovação de que os atos da prefeitura de Rio Branco ocorrem dentro da mais absoluta lisura. “A prefeitura de Rio Branco age dentro da legalidade em todos os processos de compra e de contratação de serviços e essa decisão do TCU comprova isso”, afirmou.

O vereador Gabriel Forneck (PT), no entanto, lamentou a postura da colega Eliane Sinhasiqui, que, de acordo com ele, faz política na base do denuncismo. “Não é essa a primeira vez que a vereadora Eliane Sinhasiqui faz denúncias sem fundamento. Ela chegou, inclusive, a fraudar laudos da Ufac para afirmar que a água distribuída na capital estava contaminada”, declarou Forneck.

O vereador petista disse que fará pronunciamento nesta quinta-feira na tribuna da Câmara denunciando a postura da vereadora. Ele garante que a atuação da parlamentar não contribui para o processo democrático e prejudica o trabalho desenvolvido pelo Executivo. As informações são do site Aquiry Noticias.



Notícias Acre Classificados AC