Postado em 22/08/2013 09:03:43

Notícia de última hora

A banca de advogados do prefeito Vagner Sales informou na noite desta quinta feira, 22, de que o seu processo prescreveu no último dia 15 e, por isso, a condenação pelo ministro do STF, Dias Toffolli por crime de peculato, decretada na última quarta-feira, 21, não terá aplicabilidade. A informação veio do advogado Gilson Pescador, que estará ajuizando nesta sexta feira, 23, na Justiça Federal um pedido reconhecimento da prescrição, que na sua avaliação não há como não ser aceito e garantiria Vagner Sales no comando da prefeitura de Cruzeiro do Sul. Não se trata de nenhum recurso contra a condenação em si, já que não cabe mais, mas uma arguição de prescrição, perfeitamente cabível no caso. Gilson Pescador está otimista com o desfecho positivo da sua ação.

Prestígio Pessoal
A visita do Lula, hoje, ao Acre, para ver a entrega de uma fase da Estação de Piscicultura mostra que, o prestígio do governador Tião Viana com o ex-presidente, continua incólume. Não é qualquer um que tira o Lula de casa para ver uma obra que, ainda nem foi inaugurada.

Pode-se não gostar
Por esse ou aquele motivo pode-se não gostar do Lula (no Acre perdeu para o Serra), mas os acreanos não podem deixar de reconhecer que foi generoso na liberação de verbas ao Estado.

Nada e tudo contra
Nada contra que se faça uma homenagem ao INCRA e servidores por mais um aniversário. Mas tudo contra que se faça isso, como ontem, em sessão ordinária da Assembléia Legislativa.

Não é para galanteios
As sessões não são para galanteios, mas para o debate de idéias e não para a massagem de egos com meros interesses políticos. Sem debate não há razão para existir o Parlamento.

Pontuação política
Vamos situar politicamente a cassação do prefeito Vagner Sales. A ação de petistas pode não ter ocorrido para apressar o desfecho, mas ninguém mudará isso na cabeça dos cruzeirenses.

Alvo fixo
E de imediato sobrou para o vice-governador César Messias: as principais lideranças da oposição, na próxima semana irão ao TJ, saber por que, seu processo não entra em pauta.

Discursos e manifestações
Serão montadas frentes de ações: discursos na Aleac, Câmara Federal, Senado, visitas ao Conselho Nacional de Justiça e manifestações partidárias para que o caso seja, enfim, julgado.

Para entender
O crime pelo qual Vagner Sales foi cassado é o mesmo atribuído ao César Messias e outros deputados da legislatura, em que ele era o presidente da Aleac, e está parado até hoje no TJ.

Tentar ficar
O deputado Chico Viga (PSD) recebeu ontem a sua carta de liberação do PSD, mas vai conversar com o senador Sérgio Petecão (PSD), para ficar e se enquadrar na oposição.

Magoado com o tratamento
Viga se queixa que mesmo tendo votado sempre com a FPA sofreu uma perseguição que não perdoa: “o único espaço que eu tinha no governo, o secretário Lourival Marques me tirou”.

Assunto do dia
O assunto político dos bastidores do momento é qual será a reação na sessão da próxima terça-feira da deputada Antonia Sales (PMDB), que teria prometido várias denúncias internas.

Trabalhando o isolamento
Há todo um trabalho no PT para que Sibá Machado retire a sua candidatura e apóie a do professor Ermício Sena, isolando assim numa minoria, a candidatura de Taumaturgo Lima.

Briga surda
Continua a briga surda entre os deputados Werles Rocha (PSDB) e Jamil Asfury (PEN). Na sua página social, Rocha faz críticas duras ao Jamil, com desenhos e colocações deselegantes.

Cabide faz mais medo
Rocha comentava com ironia ontem numa roda de deputados a tentativa do Jamil de furar espaços na PM: “acho é graça!. Se há algo que não abala minha reeleição é isso”, enfatizou.

Falha visível
Há uma falha visível no marketing do Tião Viana: falta de mobilização popular. Tem feito várias inaugurações, anunciado muitas obras, só com secretários, imprensa e os deputados da base.                

Espeto de pau
A fala do deputado Flaviano Melo (PMDB) pedindo unidade, teve reação dentro da oposição: “foi o PMDB que quebrou a unidade com a candidatura do Fernando Melo á prefeitura de Rio Branco”, lembram.

Montando  bases
Não tirem o deputado Eber Machado (PSDC) da disputa de deputado federal, está montando bases nos municípios, juntando apoios importantes, que o tornarão muito competitivo.

Estava na foto?
“Sobre aquela foto do prefeito de Acrelândia, Jonas da Farmácia, apoiando Márcio Bittar ao governo, não leve a sério. A mulher não estava na foto e quem define os apoios dele é ela”.  

E-mail recebido
O e-mail com essa consideração veio de um leitor de Acrelândia. E faz muito sentido.

Carlos Beirute
O eleitor tem de avaliar bem a qualificação de candidatos a deputado porque é quem vai legislar, por isso tem de ter qualificação. Carlos Beirute está entre os bons nomes para 2014.

Carnaval dos radares
O deputado Walter Prado (PEN) espalhou ontem num sofá da Aleac para as equipes de televisão e jornais, dezenas de multas, e comentou: “isso é um cabo eleitoral da oposição”.

Casos e casos
É um abuso, por exemplo, quem passa a 55 km (se arrastando) numa área de velocidade de 50 km, sofrer multa, isso quebra a tese que o radar é educativo e tem de ser revisto pelo DETRAN.

Outra história
Nada contra os radares, mas contra os abusos. E o citado acima é um deles.  A diretora Sawana Carvalho deveria mandar rever casos como esse e anular as multas, para ser justa.

Nenhuma esperança
Não tenho a menor esperança que a próxima eleição, no Acre, será menos corrupta que a anterior. E isso não depende do TRE-AC ser mais ou menos rigoroso no combate à compra de votos. Enquanto não mudar o sistema eleitoral atual, cheio de vícios, continuaremos a ter Assembléias Legislativas, Câmara Federal e Senado, basicamente compostos por que montou estruturas financeiras poderosas na campanha e conseguiu votos em troca de favores. E ponto.

Por Luis Carlos Moreira Jorge



Notícias Acre Classificados AC