Rio Branco, Acre, 23 de outubro de 2012

Candidatos ao Enem 2012 no município de Jordão-Acre, terão de viajar até quatro dias de barco para poder fazer as provas

Roberto Vaz 23/10/2012 13:02:18

Salomão Matos
Da redação de ac24horas
salomao.matos@gmail.com

Os 57 candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio- ENEM 2012, no município de Jordão, [interior do Acre], pretendem entrar com uma representação no Ministério Público Estadual contra a prefeitura municipal daquela cidade e o governo do estado, tendo em vista que em Jordão o exame não será aplicado . Apesar da posição, os estudantes alegam que houve a garantia pelo governo e prefeitura de que eles fizessem assim mesmo as suas inscrições para o vizinho município de Tarauacá, prometendo inclusive transporte aéreo para os matriculados nos dois dias da aplicação das provas [03 e 04 de Novembro], o que até o momento não há nada de concreto. Eles temem perder o processo seletivo para o ingresso no ensino superior, dado a longa distância que separa as duas cidades acrianas na zona rural.

Segundo os alunos candidatos, ficou acordado entre o Secretário de Educação Estadual, Daniel Zen com a garantia da deputada Federal Perpétua Almeida (PC do B), que no dia anterior a aplicação do Enem, uma aeronave seria disponibilizada para eles mas afirmam que, foi cedido apenas uma embarcação para os alunos seguirem pelo rio Jordão até o município de Tarauacá, pelo rio que tem o mesmo nome e o percurso leva em média  de 3 a 4 dias de viagem.

A coordenadora da única escola de ensino médio de Jordão, onde são matriculado os alunos que pretendem participar do Enem este ano, a senhora Adelana Feitosa, disse que não pode ficar responsável sozinha por 57 alunos, sendo que a viagem de barco pelo rio é perigosa e somente 3 são maiores de idade e o restante tem entre 15 e 16 anos. Ela diz, também, que a embarcação cedida não oferece a menor segurança.

A coordenadora do núcleo de educação no município de Jordão, Lucimar Figueiredo, que por sua vez é a esposa do prefeito da cidade Hilário Holanda, procurada para falar sobre o assunto, não foi localizada pela reportagem. ac24horas tentou ainda falar com a  deputada federal Perpétua Almeida em seu número de celular 061-99*5-*820,  mas uma mensagem eletrônica informou apenas que o aparelho está fora da área serviço ou de cobertura.

Por fim, conseguimos contato em seu gabinete em Brasília pelo telefone , 61-3215-4625 e sua assessora que se identificou como Solange Alves, disse que ela estava em uma solenidade em uma base militar. Ela se comprometeu a retornar a ligação o que não foi feito até o fechamento desta reportagem.

O secretário estadual de educação Daniel Zen, também não foi encontrado em seu gabinete aqui em Rio Branco para comentar sobre o assunto.

 


[yottie id="1"]


Veja Também


Ac24Horas – Portal de notícias do Acre

Candidatos ao Enem 2012 no município de Jordão-Acre, terão de viajar até quatro dias de barco para poder fazer as provas