Conecte-se conosco
Fechar

Pietschann chega a Rio Branco para cumprir agenda política

Publicado

em

O ex-todo poderoso do governador Edmundo Pinto, Luiz Carlos Pietschann chegou na madrugada de hoje (30) em Rio Branco onde cumpri uma extensa agenda política. Seu primeiro compromisso será às 9 horas em café da manhã no Hotel Pinheiro com o secretário geral dos tucanos, o professor Tião Bocalom. Em seguida, às 10 horas, Pietschann tem audiência marcada no gabinete do prefeito Raimundo Angelim e às 11 horas ele será recepcionado no terceiro andar da Assembleia Legislativa do Acre, no gabinete do presidente Elson Santiago. À tarde, Pietschann vai fazer visitas às redações de jornais e grava entrevistas em programas locais.

Pietschann chegou ao Acre em 1984, foi proprietário da maior Gráfica do estado na época, Gráfica Estrela, ajudou a ganhar a eleição de 1990, tornou-se chefe da Casa Civil do Governo Edmundo Pinto, com quem estava na madrugada de domingo do dia 17 de maio de 1992, quando o governador do Acre foi morto a tiros por três homens no apartamento 707 do hotel cinco estrelas Hotel Della Volpe Garden, na Rua Frei Caneca, no bairro Centro, em São Paulo. Os criminosos roubaram Cr$ 500 mil cruzeiros do apartamento que o governador ocupava desde a noite de 14 de maio.

O assassinato de Pinto ocorreu menos de 48 horas antes de depor na CPI do Congresso que investigava o caso do próprio governador ser suspeito na malversação de verbas para a construção do Canal da Maternidade, com recursos do FGTS, que envolveu o ex-ministro do Governo Collor, Antonio Rogerio Magri.

A polícia concluiu como latrocínio, mas no Acre e a opinião pública brasileira não acreditaram na versão.Pietschann chegou a ser apontado como um dos envolvidos no crime, mas sempre respondeu ao processo como testemunha. Gilson José dos Santos, um dos acusados de matar o governador, disse na CPI da Pistolagem em 1992, que recebera dinheiro para cometer o crime não solucionado até hoje, apesar das tentativas de reaberturas do processo.

O vereador Rodrigo Pinto, filho de Edmundo Pinto, participa de toda agenda desta quarta-feira ao lado de Pietschann. Por telefone, Rodrigo disse que a família não acredita no envolvimento de Pietschann na suposta trama que culminou com o assassinato de seu pai.

Atualmente, Pietschann é vice-presidente da Federação das Indústrias de Brasília, FIBRA, membro do Diretório da Executiva Regional e Membro do Diretório Nacional do PMDB.

Deputado Federal de 2011  a  2015 pelo  Distrito Federal, PMDB, tomou posse no dia 01/02/2011. Pietschann licenciou-se do mandato de Deputado Federal, para assumir o cargo de Secretário de Obras do Distrito Federal, até  29 de julho de 2011. Reassumindo o mandato para qual foi eleito Deputado Federal, com quase 52.000 votos  faz parte da Comissão Permanente  de Finanças e Tributação – CFT como titular. Ele recebeu a Ordem da Estrela do Acre, grau de Grande Oficial, Governo do Estado do Acre.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
jscarioca@globo.com

 

 

Continuar lendo
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Acre

Homem que previu apocalipse de Nibiru neste sábado (23) diz onde vai se esconder na terra

Publicado

em

Por

Continuar lendo

Acre

Polícia acha em cova rasa na estrada do Quixadá corpo de professor desaparecido

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Instituto Federal do Acre começa ofertar primeiro curso de mestrado a partir de 2018

Publicado

em

Continuar lendo
Publicidade

Mais lidas

Copyright © 2017 Ac24Horas - Todos os direitos reservados.

[fvplayer src="http://cdn1.ac24horas.com/wp-content/uploads/2017/09/POPSHOW_GUSTAVO_LIMA.mp4" autoplay="true" preroll="no" postroll="no" data-volume=0.03]